BoxCast 135 – The Carrie Diaries

Ainda estamos reclamando dos fãs de séries

FEED – Clique com o botão direito, copie o link e cole no seu iTunes

Paradoxo por polêmica, fizemos um podcast que complementa aquele post de super mau-gosto que publicamos no Box de Séries. Como pudemos? Como ousamos? Se eu fosse vocês, nem ouvia esse podcast e nunca mais entrava nesse site. Faça esse favor pra você!!!

 

40 respostas para “BoxCast 135 – The Carrie Diaries”

  1. Mesmo discordando de vocês em algumas séries, me divirto demais com o Boxcast. E desculpem, vou fazer maratona de séries no carnaval..rsrsrsrs Bjks.

    PS.: como a Ana, sou apaixonada por Gilmore Girls, mas falar que é a melhor série do mundo, tá, não é, mas para mim é a minha preferida e favorita, top 3. E verdade seja dita, Arquivo X foi um marco, não falo porque curtia, mas quando uma série conta uma estória, mas de uma forma, surpreendente e inovadora, cria um parâmetro. Mesmo os episódios mais chatos de AX, nos deixavam interessados e intrigados. Atualmente, quantas séries depois de AX conseguiram inovar e criar novos parâmetros para o mundo das séries? Só me vêm na cabeça Lost e Homeland, principalmente Homeland. Bjks, lindinhos!!

      1. Ana, eu confesso que não curto Lost, mas Lost foi comentada em todos os sentidos, teorias conspiratórias, não só Lost, como muitas séries por aí, mereciam pelo menos um final DECENTE.
        Homeland é muito amor, e aliás foi não só por causa de vocês, mas amigos, todos falando o quanto Homeland era maravilhosa e incrível. Fiz maratona, e já estou esperando a volta, ansiosa.

  2. Oi lindos do Podcast! Desculpe eu estar sumida ultimamente é que com os preparativos com o casamento eu nem liguei o PC! Ah me Casei mas não vi nenhuma série estreante na Mid Season…. só tenho que falar que acho que não vou ver nenhuma!
    Estava com muitas saudades de vocês e ótimo podcast como sempre
    Beijos a todos meus lindos….
    Ps. Mulheres Ricas é 1000!!!

  3. Oi galera!!!

    To acompanhando The Carrie Diaries, e vou falar pra vcs: tá ótimo! Nada a ver com a Carrie Bradshaw de SATC. E a produtora da série tinha dado uma entrevista um tempo atrás dizendo que The Carrie Diaries seguiria o livro, e não o cânon de SATC (sabe-se lá o porquê).
    Concordo com quem disse que o novo flerte do Kurt é mais bonito que o Blaine. Gosto do Darren já sonhei com ele e tudo e tal (rs), mas sei lá assim como uma New Rachel, tem que ter um New Kurt (que já começou sua mudança cantando com voz firme em Being Alive).
    Once tá um saco só e Revenge tá indo pro mesmo caminho.Uma enrolação que só: mata todo mundo e pronto acabou! Agora me põe aquele inglês revoltado sem sentido nenhum de vida e os irmãos metralha no núcleo pobre da série. Por favor, o Declan por si só já arranja problemas demais pra fazer uma significância na série.
    Bjs e Qjs! :*

  4. Eu até iria fazer uma maratona de séries, mas irei viajar então nem tem como, estou atrasado em revenge, mas todos estão falando que não está lá essas coisas, meio que broxei haha, e estou terminando a nona temporada de friends e depois verei will and grace pra comparar .. (:

  5. “Você é Linda, você é loira…você podia ser japonesa, ok! ”
    KKKKKKKKKK vocês são ótimos.
    e pfvr, “Mulheres Rhycas” é melhor do que qualquer série da CW sim !
    e gente, sou seriemaniaco que nem vocês, mas ultimamente só The Good Wife ta valendo a espera… comofas?!

  6. Já vi que nunca participaria de uma série feita pela Ana kkkkk gente tô amando The following, paree que tô vendo um filme em cada episódio, Greys tbm tem tido otimos episódios, para ser perfeito só falta matarem a Kepner, e quero fotos da Ana dirigindo o trio da ivete, bjus

  7. “Eu tenho refinamento televisivo” (EMILIO, Ana)

    muito amor num podcast só
    W&G é um milhão de vezes melhor que Friends, só os fãs chatos daquela lista que não sabem disso hahahahha
    estou acompanhando The Carrie Diaries e estou gostando, não trato a serie como um prequel de Sex And The City, ate mesmo pq leva o livro em consideração e não a serie mãe
    eu li o livro de Sex e ate hj não sei como eles conseguiram tirar uma serie de tv daquilo…

  8. Gente feia não deve aparecer na televisão. Concordo! Se quisesse ver gente feia olhava pra minha vizinhança.

    Tô gostando de The Following, mas tô vendo sem nenhuma expectativa. E foi legal porque comecei a ver a série logo após fazer uma maratona de Roma, e foi ótimo ver Marco Antônio na tela novamente. Adoooro ele, suas cenas em Roma, enfim…

  9. Oi Ana ‘-‘ Revenge e Once Upon a Time essa semana vão ser foda, por favor assista, já o Caio nem peço pra assistir… vou começar a comentar aqui sempre. Muito tempo acompanho vocês. Vocês estão sabendo que vai lançar 2 livros de Fringe ?? Abraços 😀

  10. Vi o piloto de The Following e adorei, e até achei que vcs tavam de má vontade com a pobre série. Agora já vi 4 episódios e… realmente, vcs tinham razão. A série é boa, mas só isso. A empolgação ficou só com o piloto mesmo, apesar de ter Marco Antônio no elenco, aquele lindo.

  11. Oiii gente, muito tempo sem comentar aqui, só hoje consegui tempo até pra ouvir o box, mas cá estou.

    Meu problema com “The Following” é que a série tem excesso de acontecimentos por episódio, talvez um eco do que o Kevin fez por anos em “The Vampire Diaries”. Embora a premissa seja interessante e bem fundamentada, a série tem jeito que não passará de uma temporada, porque provavelmente eles não vão conseguir segurar esse procedural por muito tempo.

    “Revenge” com esse episódio 14 parece ter acordado para a trama, e diminuído um pouco a presença da iniciativa. Os roteiristas não tiveram a coragem de matar o Jack de vez, e preferiram sacrificar a Amanda, provavelmente para que a Emily tenha um recomeço amoroso com ele. Daniel voltou ao seu status banana, e Victoria cada vez mais diva matando, fingindo ser a Helen Crowley, tudo bem vilã de novela mexicana, até passou o mesmo tanto de batom que a Paola Bracho.

    E é impressionante como “Glee” oscila entre os episódios muito bons e muitos ruins. Esse de Valentine’s Day foi muito legal. Adorei o musical de Emma, e as situações amorosas envolvendo os personagens. Pegação no carro, iniciação lésbica, e a Rachel grávida do michê (porque não é possível que esse filho dela seja do Finn).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *