BoxCast 179 – The Strain

the-strain

Olhe quem voltou!!! Quer dizer… Escute quem voltou!!!

Voltamos para mais algumas pinceladas coloridas sobre o mundo das séries. Tem comentários sobre o Emmy 2014, os acertos e os err0s – mais erros do que acertos, no caso. Tem babação por The Strain, Masters Of Sex e 24 Horas e comentário sobre muito mais. Clique no play.

Escute em nossa página no Podomatic.

Clique aqui com o botão direito, escolha salvar, para fazer o download.

Quer participar do BoxCast?

Então envie seu mp3 para contato@boxdeseries.com.br.

Faça o download clicando aqui com o botão direito, escolha “salvar”.

Inscreva-se em nossa página no Podomatic.

Assine o feed do BoxCast em seu reader para receber automaticamente.

Clique para assinar esse podcast direto no seu iTunes!

Siga-nos no Twitter, no Google Plus e curta nossa página no Facebook.

Inscreva-se em nosso mailing.

Acesse nossa página no Falacast.

Inscreva-se em nosso canal no You Tube, ou em nosso canal de Hangout.

Participam:

@CaioFochetto @AnaEmilio

0 resposta para “BoxCast 179 – The Strain”

  1. The Strain está sendo a grande e boa surpresa do verão americano a série é tudo que sempre quis ver em uma série de vampiros mas que nunca encontrei. E pela primeira vez, uma série de vampiro hetera, sem preconceito mas… deve haver séries de todos os gêneros para todas opções sexuais!

    Sdds Ana e Caio 😀

  2. Não consegui entender o nome da atriz que o Caio falou que ganhou o “Certificado de Melhor Atriz do Mundo” na Comic-Con. Alguém responde aqui?

  3. A grande e boa surpresa do verão americano foi The Strain, a série é muito boa e todo final de episódio deixa aquele gosto de quero mais.

    E até que fim uma série hetera de vampiro, sem preconceito ai mas tem cada série que sinceramente, Acredito que deve assistir série de todos os gêneros para todas as opções sexuais.

    Fora The Strain tbm estou acompanhando The Last Ship que tbm é muito boa.
    Sdds Ana e Caio 😀

  4. O único piloto que assisti foi o de “The Flash”, e achei bem legalzinho. Creio que vai conseguir conquistar o público da CW que anda cada vez mais apostando nesse filão de série de super-heróis. Sobre “True Blood”, dá até um aperto saber que é a última temporada mas a série precisa terminar, e até agora estou gostando dos rumos (exceto Lettie Mae, que definitivamente não precisava ter tanto tempo de tela), desfechos e mortes em doses homeopáticas.
    Ana, trabalho nos Jardins, e em toda esquina tem um Ian Somehalder, olhando pra gente, e sensualizando pra gente e nos desconcertando. Maldita azzaro. PS: Conheci o Caio no youpix, esse lindo (e alto, me senti 30 vezes mais baixinho), mas o perdi na multidão. =P

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *